Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2009

Os benefícios da Semente de Linhaça

É considerada como um alimento funcional, ou seja, que contém, além dos seus nutrientes básicos (carbohidratos, proteínas, gorduras e fibras), elementos que podem diminuir o risco de algumas doenças pois o seu uso contínuo pode proporcionar aumento da defesa orgânica e redução do ritmo de envelhecimento celular. 
Na composição da semente de linhaça estão presentes proteínas, fibras alimentares e ácidos gordos poliinsaturados (Ômega 3 e Ômega 6), que lhe conferem a propriedade de alimento funcional. A semente de linhaça é a mais rica fonte de Ômega 3 existente na natureza. 
Os investigadores do INSTITUTO CIENTÍFICO PARA ESTADO DA LINHAÇA DO CANADÁ e dos Estados Unidos, têm enfocado a sua atenção no rol desta semente na prevenção e cura de numerosas doenças degenerativas.
Muitos estudos estão a ser desenvolvidos para confirmar os benefícios do consumo regular da semente de linhaça. Alguns desses estudos afirmam que a linhaça poderia ajudar a baixar os níveis de colesterol, pois é …

"Em 2050, seremos todos vegetarianos" Paul Roberts

Comer menos carne é o único meio de alimentar 10 bilhões de humanos, diz o autor de "O Fim da Comida" Peter Moon
No Ensaio Sobre O Princípio Da População, publicado em 1798, o inglês Thomas Malthus fez uma afirmação alarmante. Como a população humana crescia em progressão geométrica e a produção de alimentos em progressão aritmética, no longo prazo o saldo desse descompasso seriam a fome e o aumento da mortalidade, ajustando o tamanho da população à oferta de alimento. Em 1800, havia 1 bilhão de humanos. Hoje, somos 6,6 bilhões. A produção agrícola superou a explosão populacional. Malthus estava errado? Para o jornalista americano Paul Roberts, de 54 anos, talvez não. A hora de Malthus pode ter chegado. Em The End of Food (O Fim da Comida, editora Houghton Mifflin), Roberts prevê que, até 2050, a demanda por comida ultrapassará a oferta. Um primeiro alerta seria a actual explosão do preço dos alimentos.
ENTREVISTA - PAUL ROBERTS
QUEM É
Jornalista especi…

Carnes e Patologias

CARNE E OBESIDADESegundo uma pesquisa da Unicamp, reportada pela Agência Estado, um tipo de gordura encontrada principalmente em carnes vermelhas pode ser uma das causas da obesidade. Segundo o pesquisador Lício Velloso, o estudo pode explicar a dificuldade do obeso em controlar a fome ou perder peso.
Os experimentos realizados em ratos mostraram que as moléculas da gordura accionam uma inflamação no cérebro que resulta na destruição dos neurónios que controlam o apetite e a queima de calorias. mais informações http://blogs.abril.com.br/dieta-nunca-mais/2009/02/gordura-presente-na-carne-vermelha-pode-causar-obesidade.htmlCARNE E CANCERSegundo o cirurgião oncológico Benedito Mauro Rossi, do Hospital A.C. Camargo, a relação entre consumo de carne e câncer está muito estabelecida, inclusive no Brasil. A distribuição geográfica do câncer do intestino, por exemplo, mostra que no Amapá, a incidência do tumor é de 1,51 caso por 100 mil habitantes, enquanto no Rio Grande do Sul, a terra do …