Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2012

O GENGIBRE ALIVIA AS DORES MUSCULARES DO EXERCICIO FÍSICO

Documento da DGS - Regulamentação da Lei nº45/2003, de 22 de Agosto

Já está disponível para consulta a proposta da DGS relativa à lei que Regulamenta a Lei n.º 45/2003, de 22 de agosto, relativamente ao exercício profissional das atividades de aplicação de terapêuticas não convencionais.

Segue o Link com o documento:

http://www.parlamento.pt/ActividadeParlamentar/Paginas/DetalheIniciativa.aspx?BID=37367

Antioxidantes e Alergias Infantis

Investigadores de Medicina Ambiental do Sweden's Karolinska Institute confirmaram que a ingestão de antioxidantes entre as crianças reduz o risco de alergias.

Os investigadores estudaram as dietas comparando-as com a incidência de alergias entre 2,422 crianças Suecas com 8 anos de idade. Amostras de sangue foram analizadas juntamente com a dieta, reunidas por meio de questionários feitos aos pais das crianças.

Os investigadores compararam a ingestão de antioxidantes com a sensibilidade a alergias, incluindo a incidência de rinite alergica e asma.

O estudo concluiu que as crianças que consumiam elevados níveis de beta-carotenos tinham um terço a menos de incidência de rinite alérgica. Também concluíram que o elevado consumo de magnésio resultava numa incidência inferior de mais de um terço na asma.

Este não é o primeiro estudo que relaciona um baixo consumo de antioxidantes com alergias entre crianças. Num extensa revisão de pesquisas da Italy's University of Verona, os investigado…

Vêm aí o Inverno: Suplementação para melhorar o humor

Ginseng: A raíz concentra ginsenósidos, vitaminas (principalmente do grupo B) e minerais como o potássio, o cálcio, o fósforo, o ferro e o magnésio. Excelente no combate à astenia e os estados de desânimo

Hipericão: Melhora os sintomas depressivos, nomeadamente a depressão leve a moderada. Dos seus constituintes fitoquímicos, destaca-se a hipericina e a hiperforina, aos quais se atribui a sua acção anti-depressiva.
É muito eficaz e com poucos efeitos secundários quando comparado a fármacos anti-depressivos.
Em 2005 foi publicado um estudo no British Medical Journal, confirmando a sua eficácia também em depressões graves. No entanto, é uma planta que interage com outros medicamentos, por exemplo, a pílula anticoncepcional, o que se recomenda a sua toma sob a observação de um Naturopata credenciado.

Lúcia-lima: Indicada para estados de depressão e desânimo. Tem uma acção sedativa suave e alivia o mal-estar abdominal causado pela tensão nervosa.

Tomilho: É rico em lisina, que lhe confere um e…

Erva-príncipe

É um chá muito agradável com um forte sabor a limão, que actua como digestivo sendo óptimo para beber após as refeições. Combate a má disposição, a azia, melhora o sono devido às suas propriedades calmantes, é febrífuga (baixa a febre), aumenta a sudorese, tem acção hepatoprotectora e antiespasmódica. Em bochechos, ajuda no tratamento de gengivites, aftas e candidíase oral. O seu óleo essencial (citronela e limoneno) é muito utilizado como repelente de insectos.
De acordo com uma investigação, o chá príncipe ajudou no tratamento da candidíase oral em pacientes com HIV. Neste ensaio, realizado na África do Sul, 90 pacientes foram divididos em 3 grupos:

- os que ingeriam a erva-príncipe em infusão,
- os que ingeriam sumo de limão
- os que aplicaram o antifúngico genciana violeta.

Todos os tratamentos foram eficazes, com ligeira vantagem para o sumo de limão. Como repelente de insectos, foi considerado o mais eficaz de 38 óleos essenciais comparados, juntamente com o patchouli e o cravinho-da…

Ginseng e a Fadiga relacionada com o Cancro

Um novo estudo sobre o Ginseng mostrou reduzir significativamente a Fadiga relacionada com o cancro quando comparado com placebo, embora tenha demorado algumas semanas a fazer efeito.

No estudo, os investigadores dividiram os pacientes em 2 grupos, um grupo recebeu placebo e o outro cápsulas de 2,000mg de raíz de Ginseng. Um total de 340 pacientes que estavam a ser tratados ou que já haviam concluído o tratamento oncológico.
A maioria dos pacientes do estudo sofriam de cancro da mama, sendo que, a fadiga é extremamente comum entre pacientes oncológicos.

Os pacientes ingeriram capsulas de Ginseng puro Americano em vez dos produtos de Giseng vendidos nas lojas de especialidade que podem incluir etanol (álcool etílico). A investigadora do estudo, Debra Barton do Centro Oncológico da Clinica Mayo disse num boletim de imprensa da clinica. "Após 8 semanas, houve uma evolução positiva de 20% na fadiga em pacientes oncológicos, medidos numa escala de 100 pontos standarizada" Disse …

Sumo de Uva e Arterioesclerose

O consumo diário de uvas e maçãs - assim como o sumo que se obtém delas - previne a arterioesclerose. É o resultado de um estudo dirigido pelo médico Kelly Decorde na Universidade de Montpeelier (França) publicado no Molecular Nutrition and Food Research através do estudo de um grupo de hamsteres que consumiam gordura abundantemente.
   Tal protecção é maior quando se consome sumo de uva, em seguida, as uvas inteiras, depois o sumo de maçã e por último as maçãs. A quantidade equivalente para uma pessoa, seria 4 copos de sumo, 3 cachos de uvas ou 3 maçãs.
   Essa propriedade deve-se aos antioxidantes das frutas, especialmente aos fenóis (constatou-se que o sumo de uva teria 2,5x mais fenóis do que a maçã.
   Em qualquer dos casos, todos os animais que ingeriram fruta ou sumo, mostraram uma menor acumulação de gordura na aorta, níveis inferiores de colesterol e menor stress oxidativo que os hamsters que apenas ingeriram água e seguiram a mesma dieta rica em gorduras.

(Fonte: Discove…

Magnésio na prevenção do AVC

O Estudo discute a correlação entre o aumento da ingestão de magnésio e a redução do AVC (Estudos relevantes de PubMed e EMBASE (Jan 1966-setembro 2011) e referências nesses artigos).


Principais conclusõesPara cada aumento de 100mg na ingestão de magnésio, o risco de acidente vascular cerebral foi reduzido em 8% (combinado RR: 0,92; 95% CI: 0,88, 0,97).
Estas conclusões referem-se ao AVC isquémico (RR: 0,91, IC 95%: 0,87, 0,96), mas não ao hemorrágico intra-cerebral (RR: 0,96; 95% CI: 0,84, 1,10) ou ao sub-aracnóideo (RR: 1,01; 95% CI: 0,90, 1,14 acidente vascular cerebral).


Implicações práticasOs autores defendem que a redução do risco de AVC deve-se ao efeito do magnésio sobre os vários factores de risco inerentes ao AVC, onde já foi comprovada a sua eficácia, entre eles:

Hipertensão (1, 2)
A síndrome metabólica (3)
Diabetes tipo-2 (2, 4)

Os ensaios clínicos randomizados mostraram que a suplementação de magnésio reduz modestamente a pressão arterial diastólica (5), o peptídeo-C (O …

Folhas de framboesa (Rubus idaeus) para um parto mais suave

A Framboesa (Rubus idaeus) é nativa de várias partes da Europa e do Norte da América e tem sido usada como planta medicinal por conter vários princípios activos benéficos na gravidez, parto e amamentação.

As evidências sugerem que as folhas de Framboesa, ingeridas regularmente durante a gravidez e o trabalho de parto podem:

-       Atenuar os sintomas dos enjoos matinais;
-       Atenuar e previr o sangramento das gengivas que ocorre em muitas grávidas;
-       Auxiliar no nascimento do bebé e na explosão da placenta;
-       Acalmar as cãibras uterinas (Burn & Withell, 1941);
-       São fonte de Ferro, Cálcio, Magnésio e Manganês, contêm vitamina B1, B3 e E. O Magnésio é especialmente útil no alongamento dos músculos uterinos.

As folhas de Framboesa também são usadas para:
-       Aumentar a fertilidade;
-       Promover o aumento de leite materno
-       Ajuda a diminuir o sangramento excessivo após o parto;
-       Tratar a diarreia;
-       Regular o ciclo menstrual e diminu…

FRAMBOESEIRO

Rubus idaeus L. (Rosaceae)
“Dioscórides, há quase dois mil anos, já recomendava, na sua matéria médica, as framboesas contra as fraquezas do estômago”
O Rubus idaeus, pertence à família das Rosáceas. É um arbusto originário da Europa, América do Norte e Ásia temperada, e espontâneo na Europa Oriental, em florestas de planícies ou de montanha. As partes utilizadas são as folhas e os frutos.
Principios Activos: -Taninos hidrolizáveis cerca de 10% (galhotaninos e elagitaninos); -Ácidos orgânicos; -Flavonóides; -Vitamina C (Cerca de 0,8%) -Sais minerais.
Farmacologia e Actividade Biológica: -Acção adstringente e cicatrizante, devido aos taninos, e anti-inflamatória pela presença de flavonóides.

Anti-histamínicos

Os anti-histamínicos são medicamentos muito usados como profiláticos em casos de alergias, como a rinite, a conjuntivite alérgica, a urticária, as dermatites, entre outras.

Estes, podem, desencadear cefaleias, arritmias, secura das mucosas, sonolência, podendo reduzir a capacidade de alerta dos condutores.

Existem dois tipos de anti-histamínicos, os de primeira geração (sedativos, como a clemastina) e os de segunda geração (não sedativos, como a cetirizina), sendo os de segunda geração mais usados, por não causarem um efeito de sonolência tão exacerbado.

Devido aos seus efeitos secundários, existem actualmente alternativas equivalentes ao nível da suplementação, que constituem as grandes armas dos Naturopatas no combate às alergias.
De modo geral, os Naturopatas recomendam (entre outras terapêuticas) a Quercetina como anti-histamínico natural, devido à sua rápida acção.
A Quercetina, é um flavonóide extraído da fruta e dos vegetais, existindo em grande concentraç…

Miomas / Fibróides

Os miomas são neoplasmas uterinos benignos (tumores) de músculos macios e de tecidos conectivos que, na maioria das vezes, surgem nas paredes do útero. São estrogénio dependentes e o tipo mais comum de tumor sólido pélvico em mulheres.
Embora a noticia seja assustadora, os miomas não são cancerígenos e, em geral, são inofensivos e bastante comuns.
Os miomas afectam mais de 50% das mulheres e são o motivo mais comum para a maior parte das cirurgias. Por razões ainda desconhecidas, surgem com muito mais frequência em mulheres de descendência africana ou caribenha do que qualquer outro grupo. A maioria das mulheres com miomas tende a apresentar vários ao mesmo tempo.
Muitas das mulheres com miomas são absolutamente assintomáticas; os tumores costumam ser descobertos durante exames de rotina ou em ecografias.
Em alguns casos, os miomas intra-uterinos desgastam o revestimento do órgão, provocando menstruação abundante e prolongada, sangramento entre menstruações e durante o a…