Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

Erva-príncipe

É um chá muito agradável com um forte sabor a limão, que actua como digestivo sendo óptimo para beber após as refeições. Combate a má disposição, a azia, melhora o sono devido às suas propriedades calmantes, é febrífuga (baixa a febre), aumenta a sudorese, tem acção hepatoprotectora e antiespasmódica. Em bochechos, ajuda no tratamento de gengivites, aftas e candidíase oral. O seu óleo essencial (citronela e limoneno) é muito utilizado como repelente de insectos.
De acordo com uma investigação, o chá príncipe ajudou no tratamento da candidíase oral em pacientes com HIV. Neste ensaio, realizado na África do Sul, 90 pacientes foram divididos em 3 grupos:

- os que ingeriam a erva-príncipe em infusão,
- os que ingeriam sumo de limão
- os que aplicaram o antifúngico genciana violeta.

Todos os tratamentos foram eficazes, com ligeira vantagem para o sumo de limão. Como repelente de insectos, foi considerado o mais eficaz de 38 óleos essenciais comparados, juntamente com o patchouli e o cravinho-da…

Ginseng e a Fadiga relacionada com o Cancro

Um novo estudo sobre o Ginseng mostrou reduzir significativamente a Fadiga relacionada com o cancro quando comparado com placebo, embora tenha demorado algumas semanas a fazer efeito.

No estudo, os investigadores dividiram os pacientes em 2 grupos, um grupo recebeu placebo e o outro cápsulas de 2,000mg de raíz de Ginseng. Um total de 340 pacientes que estavam a ser tratados ou que já haviam concluído o tratamento oncológico.
A maioria dos pacientes do estudo sofriam de cancro da mama, sendo que, a fadiga é extremamente comum entre pacientes oncológicos.

Os pacientes ingeriram capsulas de Ginseng puro Americano em vez dos produtos de Giseng vendidos nas lojas de especialidade que podem incluir etanol (álcool etílico). A investigadora do estudo, Debra Barton do Centro Oncológico da Clinica Mayo disse num boletim de imprensa da clinica. "Após 8 semanas, houve uma evolução positiva de 20% na fadiga em pacientes oncológicos, medidos numa escala de 100 pontos standarizada" Disse …