Avançar para o conteúdo principal

10 Sinais de Sensibilidade Alimentar ao Glúten

Mais de 55 doenças já foram associadas ao glúten, a proteína presente no trigo, aveia e centeio. Estima-se que 99% das pessoas que têm sensibilidade alimentar ao gluten ou a doença celiaca nunca cheguem a ser diagnosticadas.

Se tiver um ou mais sintomas da lista abaixo mencionada, poderá indicar uma sensibilidade alimentar ao gluten:

1. Problemas Digestivos como flatulência (gases), inchaço abdmominal, diarreia/osbtipação. A obstipação é mais frequênte como sinal de sensibilidade ao glúten nas crianças.

2. Queratose Pilar (conhecida como "pele de galinha" na parte de trás dos braços). Geralmente é
devido à deficiência de ácidos gordos e de Vitamina A por má absorção da gordura causada pela ocorrência de danos intestinais gerados pelo glúten.

3. Fadiga, Confusão Mental ou Sensação de Cansaço após ingerir uma refeição que contenha glúten.

4. Diagnostico de Doença Auto-imune como Tiroidite de Hashimoto, Artrite Reumatoide, Colite Ulcerativa, Lupus, Espondilite Anquilosante, Psoriase, Esclerodermia ou Esclerose Múltipla.

5. Sintomas Neurologicos como tonturas ou sensação de desequilíbrio.

6. Desequilíbrio Hormonal como Sindrome Pré-menstrual ou Infertilidade sem causa aparente.

7. Constantes Enxaquecas e Dores de Cabeça.

8. Diagnostico de Síndrome de Fadiga Crónica ou Fibromialgia.

9. Inflamação, Edema (inchaço) ou Dor nas juntas (articulações) como nas articulações dos dedos, dos joelhos e das ancas.

10. Distúrbios de Humor como ansiedade, depressão, alterações bruscas de humor e distúrbio de Déficite de Atenção.

Como testar a Sensibilidade Alimentar ao Glúten?

Existem exames laboratoriais (ao sangue) que detectam a sensibilidade Alimentar ao Glúten, no entanto, são bastante dispendiosos.
Na minha opinião, a melhor forma de determinar se existe um problema com o Glúten é através de uma Dieta de Eliminação, ou seja, retira-se o Glúten a 100% da Dieta por um período minimo de 2 a 3 semanas, anota-se, durante esse período de tempo as alterações que ocorreram e depois reeintrodus-se novamente durante mais 2 semanas e anota-se todos os dias as alterações que ocorreram.

No entanto, à que lembrar que o Glúten é uma proteina de grande dimensão, podendo levar meses, até mesmo anos a limpar do organismo (a mim demorou 3 anos, com melhorias significativas após 2 semanas sem o consumir), por isso, quanto mais tempo o eliminar antes de reintrodução melhor.

O melhor conselho que partilho com os meus pacientes, é que se se sentirem significativamente melhores sem o Glúten ou se se sentirem piores quando o voltam a introduzir, então significa que o glúten é um problema para a sua saúde.

Tenho Sensibilidade ao Glúten, e Agora?

Agora é eliminar o glúten a 100% da alimentação. Mesmo pequenos traços de glúten por contaminação cruzada, ou através dos suplementos/medicamentos pode ser o suficiente para causar uma reacção imunitária no organismo.

A regra 80/20 ou "não consumo glúten em casa, apenas quando como fora de casa" é errada. Um artigo publicado em 2001 declarou que as pessoas que forem de doença celíaca ou de sensibilidade alimentar ao gluten, ao comerem gluten apenas uma vez por mês, aumentam o risco relativo de morte para 600%.

http://www.mindbodygreen.com/0-7482/10-signs-youre-gluten-intolerant.html

Comentários

Mensagens populares deste blogue

As tâmaras e o trabalho de parto

Desde os tempos bíblicos, as tâmaras eram consideradas possuidoras de propriedades curativas profundas, mas só agora a ciência vem confirmar o que os nossos antepassados já sabiam.
Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynecology em 2011 e intitulado "O efeito do consumo das tâmaras no final da gravidez[i]", apresentou a investigação do efeito do consumo das tâmaras nos parâmetros do trabalho de parto e nos seus resultados. Ao longo de 11 meses na Jordan University of Science and Technology, dois grupos de mulheres foram incluídas num estudo prospectivo onde 69 mulheres consumiram seis tâmaras por dia durante 4 semanas antes da data prevista para o parto, contra 45 mulheres que não consumiram nenhuma. Estas mulheres tinham parâmetros semelhantes por isso não houve diferença significativa na idade gestacional, idade e paridade (o número de vezes que a mulher engravidou) entre os dois grupos.
Os resultados do estudo foram os seguintes:
• Melhoria da dilatação cervical:

Fibromialgia vs dieta vegetariana

São muitas as mulheres que sofrem de fibromialgia, uma condição caracterizada por meses de dor generalizada, fadiga, distúrbios do sono, depressão, ansiedade, pensamentos confusos, dores de cabeça, dor lombar entre outros sintomas. Esta condição tem um enorme impacto sobre a qualidade de vida de quem dela sofre pois impede a realização das actividades do quotidiano com a mesma leveza de quem não padece de fibromialgia. Para já a sua causa é desconhecida, não havendo de momento nenhum tratamento 100% eficaz mas existem rotinas, hábitos e comportamentos que podem ser adoptados de forma a minimizar os sintomas que tanto debilitam estas mulheres (e alguns homens).
De acordo com uma das últimas revisões sobre fibromialgia e nutrição, a dieta vegetariana pode oferecer alguns efeitos benéficos na manutenção dos sintomas. [Rheumatol Int. 2010] Em 1991, uma pesquisa foi enviada a centenas de pessoas que sofriam de várias condições de dor crónica, incluindo fibromialgia. Nesse questionário pro…

Receita: Pudim de Pêra com Canela

Quando o meu filho era mais pequeno e estava a atravessar aquela fase em que simplesmente se alimentam do ar (a anorexia dos 2 anos), eu fazia-lhe esta espécie de pudim com sementes de chia que ele comia e lambia os dedos...ou seja, um êxito! Escusado será dizer que é delicioso tanto para os pequenos como para os grandes...ahhh e nutritivo!!
- A tâmara é rica em proteínas, minerais e vitaminas principalmente a vitamina C. A grande vantagem é que além de ser uma verdadeira doçura, ela é rica em fibras, potássio, cálcio e ferro sendo excelente tanto para crianças como adultos.

- As pêras são ricas em fibras, vitamina A e C com importantes ações antioxidantes.
Também é uma excelente fonte de minerais como o fósforo, cálcio e ainda contém algum ferro.

- A canela auxilia no tratamento de diversas doenças. A canela estimula a salivação e os sucos gástricos, facilitando a digestão como tal, ajuda em casos de aerofagia, digestões difíceis a acidez estomacal.


Ingredientes

- 7 colheres de sopa de …