Avançar para o conteúdo principal

Suplementação nas dislipidemias

A dislipidémia corresponde a uma alteração das gorduras do organismo, podendo-se referir aos diversos tipos de colesterol, triglicerídeos e lipoproteínas.

As dislipidemias são responsáveis por doenças cardiovasculares (aterosclerose, AVC, doença coronária,…) e estas são as principais causas de morte em Portugal.

No European Heart Journal de 2011 vêm descritas directrizes para o tratamento das dislipidemias, onde reforçam as alterações ao estilo de vida como a abolição do tabagismo, prática de exercício físico diário, exclusão do consumo de açúcar, eliminação de gordura hidrogenada (trans) e perda de peso. 

Nas mesmas directrizes é referido que “Os Nutracêuticos podem ser utilizados como alternativa aos fármacos antidislipidémicos”. Os nutracêuticos são substâncias naturais que apresentam valor terapêutico e que podem beneficiar a saúde. Sendo que os que melhores resultados apresentam são:

Arroz Vermelho Fermentado – é um pigmento fermentado muito usado nos países orientais como corante, intensificador de sabor e também como medicamento. A chamada levedura vermelha do arroz é uma substância extraída de arroz que é fermentado com uma levedura (Monascus purpureus). O seu mecanismo é semelhante às Estatinas (família de medicamentos para baixar o colesterol). Estudos já demonstraram diminuição do colesterol total e do colesterol LDL com esta suplementação.

Policosanol – é uma mistura de álcoois alifáticos de cadeia longa, extraídos da cana do açúcar. A sua suplementação diminui o colesterol total e LDL, aumentando o colesterol HDL, diminui a oxidação do colesterol LDL e a agregação plaquetária. O efeito ocorre no fígado e directamente no metabolismo dos lípidos. Os estudos mais recentes referem também um papel anti-inflamatório do policosanol.

Extracto de Gugull – é um extracto da planta Commiphora wightii. É a partir da resina desta planta que se extrai a goma Gugull. Esta planta é usada há séculos pela medicina Ayurveda e é originária da Índia. Muito usada para casos de colesterol elevado e aterosclerose. As gugulesteronas são os compostos activos.

Niacina - ou Vitamina B3 actua essencialmente no aumento do colesterol HDL (bom colesterol) mas também na diminuição dos triglicerídeos.

1. Direcção geral de saúde [homepage]. Disponível em: http://www.dgs.pt/ 
2. European Heart Journal (2011) 32, 1769–1818. 
3. Liu S, Tan MY, Zhao SP, Rong H. Effects of policosanol on serum lipids and heme oxygenase-1 in patients with hyperlipidemia. Zhonghua Xin Xue Guan Bing Za Zhi. 2012 Oct;40(10):840-3.
4. Banerjee S, Ghoshal S, Porter TD. Activation of AMP-kinase by policosanol requires peroxisomal metabolism. Lipids. 2011 Apr;46(4):311-21. 
5. Marinangeli CP, Jones PJ, Kassis AN, Eskin MN. Policosanols as nutraceuticals: fact or fiction. Crit Rev Food Sci Nutr. 2010 Mar;50(3):259-67. 
6. Affuso F, Ruvolo A, Micillo F, Saccà L, Fazio S. Effects of a nutraceutical combination (berberine, red yeast rice and policosanols) on lipid levels and endothelial function randomized, double-blind, placebo-controlled study. Nutr Metab Cardiovasc Dis. 2010 Nov;20(9):656-61.
7. Lu Z, Kou W, Du B, Wu Y, Zhao S, Brusco OA, Morgan JM, Capuzzi DM, Li S; Chinese Coronary Secondary Prevention Study Group. Effect of Xuezhikang, an extract from red yeast Chinese rice, on coronary events in a Chinese population with previous myocardial infarction. Am J Cardiol 2008;101:1689–1693. 
8. Urizar NL, Moore DD. GUGULIPID: a natural cholesterol-lowering agent. Annu Rev Nutr. 2003;23:303-13. 
9. Yang D, Yang J, Shi D, Xiao D, Chen YT, Black C, Deng R, Yan B. Hypolipidemic agent Z-guggulsterone: metabolism interplays with induction of carboxylesterase and bile salt export pump. J Lipid Res. 2012 Mar;53(3):529-39. 
10. AIM-HIGH Investigators, Boden WE, Probstfield JL, Anderson T, Chaitman BR, Desvignes-Nickens P, Koprowicz K, McBride R, Teo K, Weintraub W. Niacin in patients with low HDL cholesterol levels receiving intensive statin therapy. N Engl J Med. 2011 Dec 15;365(24):2255-67. 
11. Lim S, Park YM, Sakuma I, Koh KK. How to control residual cardiovascular risk despite statin treatment: Focusing on HDL-cholesterol. Int J Cardiol. 2012 Apr 12. 
12. Michos ED, Sibley CT, Baer JT, Blaha MJ, Blumenthal RS. Niacin and Statin Combination Therapy for Atherosclerosis Regression and Prevention of Cardiovascular Disease Events: Reconciling the AIM-HIGH (Atherothrombosis Intervention in Metabolic Syndrome With Low HDL/High Triglycerides: Impact on Global Health Outcomes) Trial With Previous Surrogate Endpoint Trials. J Am Coll Cardiol. 2012 Apr 4. 
13. Pirillo A, Norata GD, Catapano AL. Treating High Density Lipoprotein Cholesterol (HDL-C): Quantity Versus Quality. Curr Pharm Des. 2012 Dec 26.14. Lavigne PM, Karas RH. The Current State of Niacin in Cardiovascular Disease Prevention: A Systematic Review and Meta-Regression. J Am Coll Cardiol. 2012 Dec 13. pii: S0735-1097(12)05523-4.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…