Avançar para o conteúdo principal

Queres melhorar a absorção de Ferro pelo organismo do teu filh@?!?

Pixabay
O ferro é um nutriente essencial para o desenvolvimento das crianças e também a carência nutricional mais comum na infância.

As recomendações actuais são para oferecer alimentos ricos em ferro a partir dos 6 meses de forma a garantir as suas reservas durante o rápido período de crescimento e desenvolvimento que acontece no primeiro ano. Como tal, existem determinados factores que influenciam a absorção do ferro pelo organismo e que estão à nossa disposição. Ora, vê então as dicas que se seguem:

Oferece alimentos ricos em ferro a todas as refeições. Os bebés precisam de 11mg de ferro entre 6-12 meses, 7mg entre os 12 e os 3 anos e 10mg entre os 4 e os 8 anos. Podem obtê-lo através de alimentos como as leguminosas (lentilhas, feijões, grão, ervilhas...), quinoa, fruta, sementes...

Elimina ou limita o consumo de lacticínios. O consumo de lacticínios juntamente com alimentos ricos em ferro, inibe a absorção deste mineral. Esta regra não se aplica ao leite materno pois não interfere na absorção do ferro alimentar. Um estudo1 constatou que para cada copo de leite de vaca consumido, dá-se uma queda de 3,6% na dosagem de ferritina sérica (ferro armazenado).
1 http://pediatrics.aappublications.org/content/early/2012/12/12/peds.2012-1793.abstract

Conjuga alimentos ricos em vitamina C com alimentos ricos em ferro. A vitamina C ajuda a aumentar a absorção do ferro dos alimentos, por isso, é fundamental o consumo de grandes quantidades de frutas e vegetais ao longo do dia!

Mantém a amamentação até aos 2 anos (no mínimo). O leite materno pode não ser "rico" em ferro, mas o tipo de ferro que possui é muito bem absorvido (49%) quando comparado com outras fontes de ferro como a carne.

Pede para adiar o corte do cordão umbilical. Vários estudos já demonstraram que adiar o corte do cordão umbilical, nem que seja por 1 único minuto, diminuiu a probabilidade da criança vir a ter anemia até aos 2 anos de idade. A OMS2 publicou uma declaração onde recomenda que estas orientações se tornem uma prática padrão para ajudar a reduzir a incidência de deficiência de ferro.
2 http://www.who.int/elena/titles/full_recommendations/cord_clamping/en/

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…