Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2016

Tangerina com Caramelo ou será Caramelo com Tangerina? hummm...

O caramelo, quem não gosta de caramelo?? É sem dúvida um deleite para miúdos e graúdos, mas...extremamente prejudicial para a saúde devido ao elevado conteúdo de açúcar. Como bem sabemos, o açúcar causa muitos danos, principalmente porque dá cabo do sistema imunitário do teu filho (e do teu também)!!

A melhor forma de saciar a gulodice é ingerir maiores quantidades de fruta e frutos secos. O "cérebro" fica satisfeito e a saúde agradece.

Então aqui têm uma versão de caramelo incrível que agrada muitos às crianças (pelo menos aquelas em que já testei heheh). Além de ter a mesma consistência e sabor que o caramelo é extremamente benéfico porque é riquíssimo em nutrientes que só vão fazer bem ao corpinho do teu filhote (e a ti também). O que será que leva?? Tâmaras, claro!!!

Sou fã de tâmaras e sempre que quero adoçar algo é a elas que recorro. A tâmara é rica em proteínas, minerais e vitaminas principalmente a vitamina C.
A grande vantagem é que além de ser uma verdadeira doçura…

Estudo: Segurança e superioridade da curcumina no tratamento da Artrite Reumatóide

A curcumina tem demonstrado ser superior aos medicamentos padrão para a artrite reumatóide. Num estudo[i] publicado em Março de 2012 que contou com a participação de 45 pacientes com Artrite Reumatóide, conseguiu-se comprovar o efeito superior da curcumina nesta patologia quando comparado ao diclofenaco.
No estudo, os participantes foram divididos em três grupos: O 1º grupo tomou 500mg de curcumina por dia; O 2º grupo tomou 50mg de diclofenaco (um AINE); O 3º grupo tomou ambos os produtos.
O grupo que apenas tomou a curcumina teve a maior percentagem de melhoria na escala que mede a atividade da doença, assim como uma melhoria acentuada nas zonas dolorosas e no inchaço das articulações. O resultado foi significativamente melhor do que no grupo a fazer o medicamento.

Estudo: Efeito da dieta vegetariana nos pacientes com artrite reumatóide.

“A noção de que os factores dietéticos podem influenciar a artrite reumatóide (AR) tem sido uma parte importante da terapêutica da doença, mas o suporte científico para isso tem sido escasso. Num ensaio duplo-cego controlado testámos nos pacientes com AR, o efeito do jejum de 7-10 dias, seguido, de uma dieta vegan sem glúten ajustada individualmente para cada individuo durante 3,5 meses. De seguida, alterou-se para uma dieta lacto-vegetariana durante 9 meses.
Em todas as variáveis ​​clínicas e laboratoriais os 27 pacientes dos grupos do jejum e da dieta vegetariana melhoraram significativamente em comparação com os 26 pacientes do grupo controle que seguiram a dieta omnívora de costume durante todo o período do estudo. Um ano após os pacientes completaram o teste, foram reexaminados. Em comparação com os valores basais, as melhorias medidas foram significativamente maiores nos vegetarianos. Em resumo, os resultados mostram que alguns pacientes com AR podem beneficiar de um período de…