Avançar para o conteúdo principal

Bacopa: A Planta dos distúrbios Psicológicos

Também conhecida como Brahmi pela medicina Ayurvédica ou hissopo de água, a Bacopa monnieri e a Bacopa monniera  são um género de plantas aquáticas pertencentes à família Plantaginaceae. São nativas da Índia, onde crescem em regiões pantanosas. No Ocidente, é uma planta de água frequentemente encontradas em aquários.

As folhas contêm saponinas, incluindo bacosides aos quais se atribui as propriedades terapêuticas da planta.
A Bacopa monnieri é assim, muito utilizada como complemento ao tratamento de uma ampla gama de condições relacionadas com a saúde mental, incluindo a doença de Alzheimer, a perda de memória, a ansiedade, os sintomas de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), a epilepsia e como tónico geral para combater o stress, com a vantagem de causar muito poucos efeitos secundários.
Em algumas situações clínicas, a Bacopa também é útil no tratamento de dores nas costas, nas articulações e disfunções sexuais em ambos os sexos. (1)

O seu desempenho medicinal tem vindo a ser comprovado com sucesso cientificamente, o que confirma as suas práticas baseadas no empirismo. Isto significa que a nível de evidências, a Bacopa tem demonstrado eficácia clínica na regulação da produção de dopamina, diminuindo-a ou aumentando-a, conforme necessário. (2) Eis algumas das acções terapêuticas.


Propriedades Adaptogénicas:
 Cerca de 80% das visitas a médicos de cuidados primários são devidas a queixas relacionadas com o stress! (3). O stress, especialmente o stress crónico, prejudica gravemente a nossa saúde sendo a sua redução uma prioridade para todos nós.

O extracto de Bacopa possui um efeito calmante natural, ajudando o corpo a se adaptar às situações de stress que acorrem diáriamente. Um estudo realizado no Central Drug Research Institute na Índia demonstrou que o extracto padronizado de Bacopa monniera tem um efeito protector contra o stress agudo e crónico. Mais especificamente, reduziu os danos causados pelas úlceras do estômago e a actividade supra-renal. (4)


Propriedades Ansiolíticas e Antidepressivas: Como reduz o stress, automáticamente também reduz a ansiedade e os estados depressivos. Uma pesquisa publicada pela University of Michigan Health System mostra os efeitos psicológicos benéficos da bacopa, incluindo a redução dos estados depressivos e da ansiedade atribuídos ao aumento dos efeitos dos neurotransmissores da acetilcolina e possivelmente, da serotonina ou GABA. (5)


Propriedades benéficas para a Memória: Um pequeno estudo duplo-cego, de 12 semanas realizado no Laboratório de Neuropsicologia da School of Biophysical Science and Electrical Engineering na Austrália forneceu aos voluntários 300 miligramas de bacopa diariamente, enquanto os outros voluntários receberam um placebo. Antes do início do estudo, os investigadores testaram todos os voluntários tendo como referência o processamento Visual de informação, a memória e a velocidade de processamento de informações.

Os testes foram repetidos 5 e 12 semanas depois do início do estudo. Uma melhoria significativa entre os voluntários do grupo bacopa foi encontrada em comparação com aqueles no grupo do placebo, levando os pesquisadores a concluir que "pode melhorar os processos cognitivos que são criticamente dependentes da entrada de informações do nosso meio ambiente, tais como a aprendizagem e a memória."(6)


Propriedades Analgésicas: Um estudo publicado no Current Medicinal Chemistry demonstrou que a Bacopa monnieri além das propriedades antidepressivas, também possui uma capacidade de reduzir a dor comparável à morfina. O estudo também indicou que a planta ajuda a proteger os órgãos normalmente afetados pela toxicidade dos opiáceos como o cérebro, rins e coração. (9)


Transtorno do Déficit de atenção com Hiperatividade: Os bacosides presentes na Bacopa monnieri são tradicionalmente usados para melhorar a função cognitiva melhorando a transmissão dos impulsos nervosos, o que o torna promissor no tratamento do déficit de atenção/hiperatividade.

Num estudo clinico de 12 semanas, duplo-cego, randomizado, as crianças com TDAH que tomaram 50 miligramas de Bacopa duas vezes por dia mostraram uma melhoria significativa nos testes de controle mental, lógica e emparelhado associado à aprendizagem em relação às crianças que receberam placebo . A avaliação dos sujeitos do estudo só ocorreu 4 semanas após a interrupção do uso da Bacopa, indicando que a suplementação teve um efeito duradouro. (11)



Possíveis efeitos colaterais da Bacopa

O extrato da Bacopa é bem tolerado quando tomado em doses terapêuticas e por um curto período de tempo (até 12 semanas). As doses terapêuticas não estão associadas a nenhum efeito secundário grave, mas os efeitos colaterais menos graves podem incluir náuseas, cólicas, estômago inchado, diarreia, boca seca e / ou fadiga, especialmente quando tomado com o estômago vazio.

A Bacopa também pode ter um ligeiro efeito sedativo por isso há que ter muita atenção ao combiná-lo com outros sedativos, mesmo que de origem "natural". Também pode intensificar a actividade de fármacos-estimulantes da tiróide ou inibir a eficácia das drogas supressoras da tiróide.



A informação contida neste blog é meramente informativa e não pretende nem deve ser utilizada de forma alguma substituir o aconselhamento de um profissional de saúde.
Como qualquer outro suplemento, planta medicinal ou medicamento é necessário haver precaução na toma de substâncias que provoquem reacções químicas no nosso organismo. Como tal, um bom aconselhamento é sempre incentivado para que não ocorram situações inesperadas. Aconselhe-se com um profissional de saúde ou em último caso, faça uma investigação aprofundada antes de tomar qualquer produto, tudo em nome da sua segurança.


www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4564645
www.greenmedinfo.com/article/bacopa-monnieri-extract-prevents-neurochemical-alterations-associated-hepatic
(1) www.webmd.com/vitamins-supplements/ingredientmono-761-bacopa.aspx?activeingredientid=761&activeingredientname=bacopa
(2) www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3897008
(3) www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3341916
(4) www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12957224
(5) www.uofmhealth.org/health-library/hn-4019005
(6) www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11498727?dopt=Abstract
(7) www.alzdiscovery.org/cognitive-vitality/report/bacopa-monnieri
(8) http://umm.edu/health/medical/altmed/condition/seizure-disorders

Comentários

Mensagens populares deste blogue

As tâmaras e o trabalho de parto

Desde os tempos bíblicos, as tâmaras eram consideradas possuidoras de propriedades curativas profundas, mas só agora a ciência vem confirmar o que os nossos antepassados já sabiam.
Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynecology em 2011 e intitulado "O efeito do consumo das tâmaras no final da gravidez[i]", apresentou a investigação do efeito do consumo das tâmaras nos parâmetros do trabalho de parto e nos seus resultados. Ao longo de 11 meses na Jordan University of Science and Technology, dois grupos de mulheres foram incluídas num estudo prospectivo onde 69 mulheres consumiram seis tâmaras por dia durante 4 semanas antes da data prevista para o parto, contra 45 mulheres que não consumiram nenhuma. Estas mulheres tinham parâmetros semelhantes por isso não houve diferença significativa na idade gestacional, idade e paridade (o número de vezes que a mulher engravidou) entre os dois grupos.
Os resultados do estudo foram os seguintes:
• Melhoria da dilatação cervical:

Fibromialgia vs dieta vegetariana

São muitas as mulheres que sofrem de fibromialgia, uma condição caracterizada por meses de dor generalizada, fadiga, distúrbios do sono, depressão, ansiedade, pensamentos confusos, dores de cabeça, dor lombar entre outros sintomas. Esta condição tem um enorme impacto sobre a qualidade de vida de quem dela sofre pois impede a realização das actividades do quotidiano com a mesma leveza de quem não padece de fibromialgia. Para já a sua causa é desconhecida, não havendo de momento nenhum tratamento 100% eficaz mas existem rotinas, hábitos e comportamentos que podem ser adoptados de forma a minimizar os sintomas que tanto debilitam estas mulheres (e alguns homens).
De acordo com uma das últimas revisões sobre fibromialgia e nutrição, a dieta vegetariana pode oferecer alguns efeitos benéficos na manutenção dos sintomas. [Rheumatol Int. 2010] Em 1991, uma pesquisa foi enviada a centenas de pessoas que sofriam de várias condições de dor crónica, incluindo fibromialgia. Nesse questionário pro…

Receita: Pudim de Pêra com Canela

Quando o meu filho era mais pequeno e estava a atravessar aquela fase em que simplesmente se alimentam do ar (a anorexia dos 2 anos), eu fazia-lhe esta espécie de pudim com sementes de chia que ele comia e lambia os dedos...ou seja, um êxito! Escusado será dizer que é delicioso tanto para os pequenos como para os grandes...ahhh e nutritivo!!
- A tâmara é rica em proteínas, minerais e vitaminas principalmente a vitamina C. A grande vantagem é que além de ser uma verdadeira doçura, ela é rica em fibras, potássio, cálcio e ferro sendo excelente tanto para crianças como adultos.

- As pêras são ricas em fibras, vitamina A e C com importantes ações antioxidantes.
Também é uma excelente fonte de minerais como o fósforo, cálcio e ainda contém algum ferro.

- A canela auxilia no tratamento de diversas doenças. A canela estimula a salivação e os sucos gástricos, facilitando a digestão como tal, ajuda em casos de aerofagia, digestões difíceis a acidez estomacal.


Ingredientes

- 7 colheres de sopa de …